HOMENAGEM A PAIXÃO CÔRTES

I Ouvi no rádio a notícia Que mexeu meu coração Que...

Leia mais

HOMENAGEM A JORGE GERDAU

I Amigos peço licença Pra emitir meu conceito A um homem que tem no peito Um coração generoso Empresário, poderoso Que tem a leveza na alma Que tem jeito e muita calma No trato com o ser humano Um líder, sábio e soberano II Tem pedigree ...

Leia mais

VIAGEM DOS GAÚCHOS À MARTE

I A Notícia corre solta E já anda de boca em boca É verdade, coisa louca Pois no Rio Gr...

Leia mais

TRIBUTO AO CORREIO DO POVO

I Esta homenagem que presto É a própria história viva Feita por mãos de escribas Numa saga centenária Uma façanha legendária Que não há uma outra igual Referência nacional Hoje com formato novo ...

Leia mais

SALÁRIO MÍNIMO

I Um dia o grande líder Em sublime inspiração Anunciou para a Nação Que era  chegado o momento De dar o reconhecimento ...

Leia mais

RODEIO GAÚCHO

I O Rio Grande se fez grande Nas patas de seus cavalos E estas façanhas que falo Escrita a ponta de adaga Fazem parte de uma ...

Leia mais

RODEIO DE SANTO AUGUSTO

I Gaúcho amigo te achega E vai logo se aquerenciando Um amargo vai cevando Bem junto à natureza E sintas no ar a pureza Dos teu dias de infância E verás que aqui ...

Leia mais

REMINISCÊNCIAS DE LIBERDADE

I Quatro esteio descascado Que o tempo vai alisando Eu fico aqui observando O mundo dos quatro lados Vejo irmãos desesperados Vejo crianças morrendo Crime dos mais horrendos Neste mundo em disparada Uns com tudo e outros com nada Na sina de andar sofrend...

Leia mais

RELATO DE UMA TRAJETÓRIA

I Companheiros peço licença E junto peço atenção Quero abrir o coração P’ra relembrar uma história Que trago, assim, na memória E aqui no mais eu relato São os feitos e os fatos Que com rimas...

Leia mais

REENCONTRO

I Um verso eu faço p’ra ti P’ra dizer – não esqueci Desde o dia em que te vi Tu menina, eu guri Só eu sei o que sen...

Leia mais

RECLAMAÇÃO

I Senhores peço licença P’ra fazer  uma invocação Em forma de oração Falar assim do meu jeito E já no mais abrir o p...

Leia mais

PROJETO DO RODEIO CRIOULO

I Colegas Parlamentares Saúdo Vossas Excelências, A todos peço licença Para nesta comissão Abrir o peito e o coração Pra debater este projeto E definir o que é correto De pingo alçado no freio E mostrar que o Rodeio No Rio Grande é o que há de predileto. II O Rodeio é a própria histór...

Leia mais

PRECE

I Meu Senhor Deus do Universso Patrão Velho Unipotente Permitas que me apresente Neste meu jeito campeiro De Gaúcho Missioneiro Tal qual Sepé Tiaraju Que peleando a peito nú Foi defensor das missões Sacro santas reduções Que catequisou os xirus II Eu...

Leia mais

O POEMA

I O poema é a fantasia Mas com fundo de verdade Que revela a sinceridade De tudo quanto se sente É o verso que vem da mente Numa espécie d...

Leia mais

PAI

I Pai figura sublime Da voz sóbria e soberana Essência da alma humana De respeito e lealdade Minha maior autoridade Braço forte mão segura Olhar firme e d...

Leia mais

OUTUBRO ROSA

I Os tempos marcam as datas E as datas demarcam a história E junto faz-se a memória Da roda...

Leia mais

OUTROS DITOS

I Dos ditos que eu já disse Alguns faltaram dizer E para ninguém esquecer Aqui eu venho de novo P'ra dizer para o meu povo Mais ditados por escrito Vou no rumo do meu grito Destramelando a garganta Que até o quero-quero se esp...

Leia mais

O TEMPO E O NATAL

I Recebi uma mensagem De um anjo mensageiro Um profeta alvissareiro Vindo de outra dimensão Que me tocou o coração E me...

Leia mais

O SILÊNCIO

I Obrigado pelo silêncio Que vocês fizeram por mim Confesso que silêncio assim Silenciosamente não tinha visto Agora eu silencio e não insisto E ao próprio silêncio eu despisto Faço silêncio e não desisto P’ra em silêncio permitir S...

Leia mais

O PODER DA CANETA

I Dentre os poderes do mundo Desde o princípio da terra O poder que vinha da guerra G...

Leia mais

O MATE E O EMBATE

I No recanto do meu canto Faço um retiro a meu jeito E vou opinando conceitos Das minhas reminiscência Me rebusco na consciência Bombeando a cuia do mate E vou do verde ao escarlate Da erva e do sangue rubro Na ânsia de ver se descubro As razões desses embates II No mate a erva enche a cui...

Leia mais

NOVELLETTO

I Das distâncias e Dos ventos que sopram forte Eu te mando aqui do norte Um abraço bem Aos gremi...

Leia mais

MINHA HISTÓRIA

I Peço licença Senhoras Permisso eu peço Patrão Para abrir meu coração E descrever minha história Que carrego na memória Herança de meus ancestrais Av...

Leia mais

MEU SONHO

I O sonho é só um sonho Quando a gente sonha só, Mas pro sonho não virar pó. É preciso na verdade Acordar pra realidade. Mandar embora a vaidade. Deixar q cresça a vontade. E fazer q o sonho aos pouquinho. Não deixe sonhar...

Leia mais

MENINA ENCANTADA

I Um poema faço pra ti Pra dizer que quando a vi De...

Leia mais

ÍKARO CHESANI POMPEO DE MATTOS

I Na imensidão do infinito Dou asas a liberdade Num misto de sonho e realidade Do grego desfaço o mito E busco o que há de bonito Nas luzes do firmamento E voando como o vento Vem da história a inspiração Dando sentido e razão Ao nome deste ...

Leia mais

HOMENAGEM AO PREFEITO SPOLAOR DE SAPIRANGA

I Sapiranga terra encantada Da rosas a mais bela flor Povo bom, trabalhador Gente buena de v...

Leia mais

HOMENAGEM AOS CAMINHONEIROS

I Pelos caminhos do mundo Foi quem abriu as picadas ...

Leia mais

HOMENAGEM AO TIO GETÚLIO

I O tempo passou depressa E os anos contam a distância Mostram também a importância De um tempo que dá saudade Entre Lajeado e Soledade No Altiplano da Serra Brotou do ventre da terra Na hospitaleira progres...

Leia mais

HOMENAGEM AO MUNICÍPIO DE SÃO LUIZ GONZAGA

I Presto aqui minha homenagem ao bravo São Luizense Que trabalha, luta e vence Escrevendo a própria história De um passado de glórias Tenho orgulho em ser herdeiro Povo amigo, leal e par...

Leia mais

HOMENAGEM A UMA POETISA

I Amigo peço licença E a tua compreensão Pois que me sobra razão Alegria e contentamento P’ra com versos do pensamento Fazer uma invocação E saudar de coração Uma poeta do nosso tempo II Essa poetisa que falo É...

Leia mais

HOMENAGEM À TRAMANDAÍ

I O Rio Grande se fez grande delimitando fronteira entre o mar e a cordilheira redesenhou a geogra...

Leia mais

HOMENAGEM À SÃO GABRIEL

I Patrão velho com licença Eu lhes peço a compreensão Peço junto a inspiração Para reescrever a história Recontar feitos e glórias Do nosso antepassado Do Rio Grande aba...

Leia mais

ANIVERSÁRIO DE PORTO ALEGRE

I Porto Alegre contemporânea Ontem Porto dos Casais Tempos que não voltam mais De quando vem a saudade Hoje se fez a cidade Que traz consigo a história De uma epopéia de glória Dos cantores, guitarreiros Dos poetas, dos povoeiro Terra da hospitalidade Tu és ...

Leia mais

HOMENAGEM À RÁDIO GUAÍBA

I Esta homenagem que presto É um testemunho da história Que hoje está na memória Nas gravações, nos anais E não esqueço jamais De tudo que foi contado Pelas ondas irradiado Na voz da ...

Leia mais

CLP

I Dos embates no parlamento Nasceu uma ideia genial Para servir de portal No legislativo nacional Para a Câmara Federal Abrir as portas à nação Onde o povo dê sua opinião Numa ação propositiva Com a Comissão Participativa Dando voz ao cidadão II Foi assim, então, ...

Leia mais

HOMENAGEM GETÚLIO SERPEREN

I O tempo passou depressa E os anos contam a distância Mostr...

Leia mais

REQUERIMENTO DA PILCHA

I Exmo. Michel Temer Mui digno presidente Permita que me apresente Neste meu jeito campeiro De gaúcho missioneiro Da província de São Pedro Pra direto, sem enredo Fazer um requerimento Pra mudar o regimento E disso não peço segredo II O pedido que lhe faço Nos toca profundamente Pois fala da no...

Leia mais

PORTO ALEGRE

I Nas ruas deste Porto Alegre Faço recanto me encontro e me encanto Reconto a h...

Leia mais

NATUREZA

I No gesto do criador De dar vida as criatura Diz a sagrada escritura Que o senhor em sua graça Generoso deu de graça P’ro homem a natureza Um mundo de rara beleza Com perfeição e harmonia Um hino de poesia Com fortuna sobre a mesa II Admirado o homem Deu ...

Leia mais

HOMENAGEM AOS 60 ANOS DA ÁGUA MINERAL DE SARANDI

I Nas reminiscências do tempo Eu me rebusco na história E numa epopéia de glória Me reencontro com o passado E neste chão embarrado Entre Passo Fundo e a ...

Leia mais

DITOS

I Dos ditos que tenho dito Já a muito virou ditado Que hoje são relembrados Servindo como lição De que ao tempo cabe a razão Por sábia sabedoria Pela experiência que um dia Adquiriu com a existência E lhe serve como ciência P...

Leia mais

AO MISSIONEIRO DE BENTO GONÇALVES

I No verso que improviso Aqui faço uma saudação Abro o peito e o coração No meu estilo campeiro P’ra saudar o...

Leia mais

ANITA GARIBALDI

I Anita mulher guerreira Que simboliza uma Saga Escrita a ponta de Adaga Como quem cumpre uma Sina Que mostrou desde menina Ser forte e determinada Ser...

Leia mais

ÁGUA DA VIDA

I A natureza peço licença E a todos peço atenção Também peço a compreensão P’ra sobre a água fa...

Leia mais

XII FESTIVAL MUNDIAL DE PUBLICIDADE DE GRAMADO

I Senhores faço um convite Para um grande festival Evento internacional Do mundo publicitá...

Leia mais

TRIBUTO AO PAJADOR

I Um dia surgiu do nada Como do nada se veio Sem nunca experimentar freio Nem fucinheira ou buçal Tinha um dom natural Trazido na genealogia Era o dom da poesia E um dicionário campeiro Com o timbre de missioneiro Do pajador que nascia II Criado assim no...

Leia mais

O TEMPO

I Eu parei para pensar E dei vazão ao sentimento E fui dando tempo ao tempo Liberando o pensamento Pra refletir um momento E entender o novo tempo Aqueles tempos que os ventos Não param de assoprar Que a gente n...

Leia mais

HOMENAGEM A HELENO OLIBONI

I Dos campos de cima da Serra No verde das Sesmarias Na esmeralda das Vacaria Nasce um menino e um sonho O filho do seu Antônio Bebeu água do Sereno E aprendeu desde pequeno Que ter honra e ter brio E não fugir dos desafios Iam ser ma...

Leia mais

O CARIJO DA PALMEIRA

I Povo bueno da Palmeira Vai aqui o meu abraço Vai ju...

Leia mais

MENINA ENCANTADA

I Um poema faço pra ti Pra dizer que quando a vi Desde logo eu me senti Por inteiro enfeitiçado Eternamente enamorado Ao olhar os olhos teus Que se cruzaram com os meus Mostro...

Leia mais

LUA CHEIA

I Agora pouco olhei a lua Que também olhou pra mim Hoje ela está assim Toda cheia, poderosa Incandescente, fogosa Clareando a noite densa E no sua presença Reflete um...

Leia mais

MÃE

I Mãe palavra sublime Que aprendi a balbuciar Meigo e doce paladar Fonte de amor e de vida Ó minha musa querida Presente do verbo amar Que eu aprendi a conjugar No teu colo protetor Essência pura do amor Doce rainha do lar II Tu és a santa protetora Do teu filho adorado Que me...

Leia mais

HOMENAGEM A LUTA DOS LOTÉRICOS

I Amigos peço licença Pra descrever um embate Para dar um cheque-mate Nos doutos e burocratas Que numa atitude ingrata Desrespeitaram as parcerias Pisaram na democracia Rasgando a Lei Federal Criando um caos nacional Ao...

Leia mais

HOMENAGEM AOS AVÓS

I O tempo marcou no tempo Um tempo que dá saudade De uma outra realidade Que faz tempo que se foi E hoje, tempo ...

Leia mais

HOMENAGEM AO NICO FAGUNDES

I A noite grande da Pampa Acordou com os berros do Nico Que já nasceu metendo bico Cresceu e se fez poeta Misto de herege e profeta Da cultura e da tradição Sem nunca afrouxar o garrão De espora se fez ginete Estam...

Leia mais

HOMENAGEM AO LÍRIO E A PROFª IVA

I Nas voltas que o mundo dá Busco inspiração na rima E nas alturas, cá em cima Viajando no mesmo avião Abro o peito e o coração Pra fazer uma homenagem Aos companheiros de viagem O Lírio e a professora Iva Cuja a histór...

Leia mais

HOMENAGEM A MULHER

I Das obras do Criador Moldadas lá nas alturas Diz a Sagrada Escritura Que o Senhor de próprio punho Depois de mui...

Leia mais

HOMENAGEM A LEONEL BRIZOLA

I A noite cortou o silencio No pampa ouviu-se um berro Naquele tempo em que o ferro Na forja  virava adaga Um menino e uma sa...

Leia mais

HOMENAGEM A CRUZ ALTA

I No altiplano da pampa Entre a serra e as missões Ergueu-se ali em orações Um tempo e uma cruz bem alta Servindo de luz e ribalta Pra birivas carreteiros Onde os gaúchos missioneiros Faziam suas pousadas E que depois se fez morada Pra caretas e tropeiros II Nascia então a Cruz Alta Do carreteiro ...

Leia mais

GENEALOGIA

I Brotou do ventre do Pampa Germinando qual semente Dando forma ao continente Fazendo Pátria e Nação Fruto da miscigenação De três raças diferentes Mistura do sangue quente Do Espanhol com o Lusitano E a fibra do índ...

Leia mais

GAÚCHO DA GEMA

I Eu sou gaúcho da gema Este é o pago onde nasci Entre o Uruguai e o Jacuí Vim junto com a liberdade Vim pra cantar a verdade...

Leia mais

GAUCHADA AMIGA DE OSÓRIO

I Gauchada amiga de Osório Quem fala é o Pompeo de Mattos Escutem bem meu relato Que faço aqui de Brasília Já é Semana Farroupilha E bem pilchado do m...

Leia mais

FELIZ ANIVERSÁRIO

I Pedi licença pro tempo E um tempo peço pra ti Pra dizer que não esqueci Dos bons tempos vividos E lá se vão tempos idos Que a saudade fez lembrar E como é bom recordar O tempo que já se foi ...

Leia mais

FARROUPILHA E INDEPENDENTE

I O Rio Grande se fez grande Por sua força tenaz O patrão o capataz...

Leia mais

EVOLUÇÂO

I Eu parei pra olhar o mundo Só parando a gente pensa E notei a diferença Do passado pro presente E vi que hoje é tudo diferente Diz que é a tal da evolução Mas cheguei à conclusão Ta mesmo louca essa gente II E que já não se divertem Do jeito de antigamente Os bailes são diferent...

Leia mais

EU, A LUA E MAR

I Ao olhar a lua cheia, Eu encho os olhos no olhar E na magia do luar Faço poema e poesia E a luz da lua que é um dia "Alumia" meu pensamento E na luz do teu relento Eu me pergunto ensimesmado Pra quem que tu faz agrado Ó musa do firm...

Leia mais

ELA

I Um dia surgiu do nada Como que vinda do além Não sei se a mando de alguém Ou se foi algo divino Se foi obra do destino Aquele encontro casual Era assim tão natural Como o perfume da flor Olhar meigo encantador Não havia nada igual II Chegou – me assim sussu...

Leia mais

DEPUTADO DE BOMBACHA

I Recebi uma missão Pelo voto fui eleito Para tentar dar um jeito E botar ordem na casa Cortando a ponta das...

Leia mais

DÉCIMA DA LEGALIDADE

I Das reminiscências do tempo Me rebusco na memória Para descrever a história De um feito sem p...

Leia mais

CPMF

I Senhores peço licença Para dar minha opinião Neste assunto que a nação Hoje inteira debate E lhes digo é um disparte De...

Leia mais

COLONIZAÇÃO

I Nasci num clarão da mata Na nudez do acampamento Rústico parlamento Onde a folha do facão Advoga com a razão Nos entreveros da luta Que aos talhos e a força bruta F...

Leia mais

CHIMARRÃO DE BARBAQUÁ

I Doce amargo que sorvo Com carinho e singeleza Por mãos rudes com destreza Tu fostes bem preparado Pra ser símbolo do agrado ...

Leia mais

BUGIO DA PALMEIRA

I O bugio que nasceu lá na serra Ganhou fama e se foi mundo a fora A cavalo no vento, foi cortando o tempo de espora Se extraviou e se foi p’ra fronteira Andava a procura de uma companheira E por lá fez verso, cantou ...

Leia mais

AS PEDRAS E O CAMINHO

I Nos caminhos desta vida Muitas pedras encontrei E pra chegar onde cheguei Cada uma eu removi...

Leia mais

A MELHOR IDADE

I Os anos já se vão longe E o tempo encurta a distância Os netos relembram a infância Do avô, do pai e do filho Nos olhos a luz e o brilho De amor e felicidade Tudo é carinho e bondade Dos pais, agora avós E agora a vida renasce em nós Pra viver a melhor idade II Assim a vida gan...

Leia mais

A MELHOR IDADE PENAL

I Amigos peço licença Pra emitir minha opinião E falar sobre a prisão Do menor adolescente Um debate que aflige a gente Que exige uma posição Para esclarecer à nação Com transparência e lealdade Mostrando toda verdade À n...

Leia mais

A CANETA DA PSICÓLOGA

I A caneta da psicóloga É feita de pura psicologia Descrevendo o...

Leia mais

HOMENAGEM A VOLMIR MARTINS

I Ouvi no rádio a notícia Que morreu Volmir Martins E fiquei dizendo pra mim Não creio no acontecido Como pode ter morrido Este grande trovador Se ainda ouço o payador Fazendo verso pra ...

Leia mais

DECLARAÇÃO DE VOTO

I Aos que criticam meu voto No Impeachment da presidente Com meus versos de repente Respondo assim de improviso Eu nunca fui indeciso Minha opinião é pelo SIM Como não depende só de mim Mas da decisão do partido Sempre...

Leia mais