O MATE E O EMBATE

I
No recanto do meu canto
Faço um retiro a meu jeito
E vou opinando conceitos
Das minhas reminiscência
Me rebusco na consciência
Bombeando a cuia do mate
E vou do verde ao escarlate
Da erva e do sangue rubro
Na ânsia de ver se descubro
As razões desses embates

II
No mate a erva enche a cuia
Amansando água da cambona
E a bomba traz à tona
A seiva pura da vida
No canhão é outra a lida
É chumbo, pólvora, estopim
O mate ronca antes do fim
É fogo sem ter cambona
É onde a bomba detona
E a roda de mate tem fim

III
São dois momentos e um só povo
Na cultura e no atavismo
Forjado no heroísmo
Das guerras e revoluções
No culto das tradições
De sorver mate cevado
De ter orgulho do passado
De não renegar a história
E de guardar na memória
As tradições de um Estado

IV
Este dueto atávico
De sorver o chimarrão
E de fazer revolução
Na mesma e simplória atitude
Forjou aqui um povo rude
Com fibra e com fidalguia
Avesso a tirania
E amante da liberdade
O mate, é a hospitalidade
Na ânsia de um novo dia

V
Seiva verde, sangue rubro
São dois rituais diferentes
São embates frente a frente
Entre a cuia e o canhão
Os dois levados com as mãos
Numa senha consentida
O mate é a seiva da vida
O canhão, vida seifada
É a sangria desatada
Que p'ra morte dá guarida

VI
Por isso quando mateio
Eu fico olhando a esmo
E me encontro comigo mesmo
Neste rude dialeto
Sirvo um mate para NETO
P´RA GARIBALDI, P´RA CANABARRO, P´RA BENTO
E ali no mais me apresento
Em prontidão p'ro embate
Armado com a cuia de mate
Um farrapo em pensamento

VII
Por isso é que o ritual
Das rodas de chimarrão
De servir sem distinção
Neste culto à igualdade
É o gesto de hospitalidade
Herdados dos ancestrais
Avós dos Pais dos meus Pais
Guardiões da liberdade
Farroupilhas, na verdade
Que hoje mateiam em paz

VIII
Sou seguidor desta luta
Sou da estirpe farrapa
Sou um retalho do mapa
Marcado a ponta de adaga
Sou herdeiro desta saga
Tenho nome sem ter casta
Sou tradição que se arrasta
Na trincheira de um embate
Sou a própria cuia de mate
EU SOU GAÚCHO E ME BASTA!

POMPEO DE MATTOS
Deputado Federal
PDT/RS