Minha Solidariedade aos Professores

I
Santa ingênua ignorância
Que o mundo inteiro atropela
Que a pátria verde e amarela
Tem incautos seguidores
Que atacam os professores
Desestruturando as escolas
Achando que com esmola
A educação se sustenta
O professor não se contenta
Com migalhas dos cartolas

II
Nestes tempos de incerteza
Ninguém pode andar sozinho
A educação é o caminho
E o professor é a luz
Mas não pode carregar a cruz
Da ignorância geral
Que governa o mundo muito mal
Desmontando a educação
E o professor não pode ser o vilão
Da incompetência oficial

III
Por isso minha solidariedade
Aos mestres aos professores
Abnegados lutadores
Da causa de educar
Cuja missão de ensinar
Exercem com devoção
Honrando sua missão
De transmitir o saber
Pro mundo inteiro aprender
O valor da educação

POMPEO DE MATTOS
Deputado Federal
PDT/RS