CPI

CPI quer indiciamento do ex-tesoureiro do PT


Atualizado Terça-feira, 18 de Junho de 2019 às 21:02- por Israel P. Siqueira

O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Fundos de Pensão deverá pedir o indiciamento do ex-tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, que permaneceu em silêncio em depoimento à CPI nesta quarta-feira (3). A falta de colaboração do depoente foi criticada por parlamentares.

De acordo com presidente da CPI, Efraim filho, o silêncio “poderá gerar presunção de culpa aos membros da comissão”, quando for avaliado o relatório final da CPI, que deve ser apresentado no dia 9 de março.

Em seu discurso o deputado Pompeo de Mattos ressaltou que há graves indícios de que o ex-tesoureiro exerceu tráfico de influência junto aos fundos de pensão para desviar recursos e atender a interesses políticos partidários. “A verdade é que, nesta CPI, quase todos os depoentes que participavam da gestão dos fundos de pensão afirmaram que se relacionaram com João Vaccari Neto, para tratar de projetos de investimentos com recurso dos fundos. No final todos os investimentos feitos com a participação de Vaccari deram prejuízos”, salientou Pompeo de Mattos na sua fala.

CPI quer indiciamento do ex-tesoureiro do PT O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Fundos de Pensão deverá pedir o indiciamento do ex-tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, que permaneceu em silêncio em depoimento à CPI nesta quarta-feira (3). A falta de colaboração do depoente foi criticada por parlamentares. De acordo com presidente da CPI, Efraim filho, o silêncio “poderá gerar presunção de culpa aos membros da comissão”, quando for avaliado o relatório final da CPI, que deve ser apresentado no dia 9 de março. Em seu discurso o deputado Pompeo de Mattos ressaltou que há graves indícios de que o ex-tesoureiro exerceu tráfico de influência junto aos fundos de pensão para desviar recursos e atender a interesses políticos partidários. “A verdade é que, nesta CPI, quase todos os depoentes que participavam da gestão dos fundos de pensão afirmaram que se relacionaram com João Vaccari Neto, para tratar de projetos de investimentos com recurso dos fundos. No final todos os investimentos feitos com a participação de Vaccari deram prejuízos”, salientou Pompeo de Mattos na sua fala.

Posted by Pompeo de Mattos on Thursday, February 4, 2016
Compartilhe: |